23 clubes, inclusive o Londrina, assinam contrato com a Liga Forte

Liga-Forte-Futebol-e-Libra-850x550

do GE-Globo

Representantes de 23 dos 26 clubes que fazem parte da Liga Forte Futebol (LFF) assinaram nesta sexta-feira, em São Paulo, os contratos para a venda de 20% dos seus direitos de TV do Brasileirão para os investidores Life Capital Partners e Serengeti Asset Management pelos próximos 50 anos, a partir de 2025.

Reunião da Liga Forte Futebol, em São Paulo — Foto: Divulgação/LFF

Reunião da Liga Forte Futebol, em São Paulo — Foto: Divulgação/LFF

Ao todo, serão aportados R$ 2,3 bilhões nos clubes que fazem parte da LFF, com a perspectiva de pagamento de parte dessa quantia nos próximos dias, dentro da janela de transferências para contratações que vai da próxima segunda-feira ao dia 2 de agosto, graças a um adiantamento de até R$ 500 milhões feito pela XP Investimentos.

Assinaram contratos para a venda de 20% dos direitos econômicos

  • ABC – R$ 32,6 milhões*
  • Athletico Paranaense – R$ 199,2 milhões
  • América-MG – R$ 113,9 milhões
  • Atlético-GO – R$ 89,8 milhões
  • Avaí – R$ 92,1 milhões
  • Brusque´- R$ 5 milhões
  • Chapecoense – R$ 92 milhões
  • Coritiba – R$ 156,3 milhões
  • Ceará – R$ 118,5 milhões
  • Criciúma – R$ 61,1 milhões
  • CRB – R$ 42,3 milhões
  • CSA – R$ 5 milhões
  • Cuiabá – R$ 56,4 milhões
  • Figueirense´- R$ 8 milhões
  • Fluminense – R$ 208,3 milhões
  • Fortaleza – R$ 118,5 milhões
  • Goiás – R$ 149,7 milhões
  • Juventude – R$ 91,1 milhões
  • Londrina – R$ 32,6 milhões
  • Operário-PR – R$ 5 milhões
  • Sport – R$ 136,8 milhões
  • Vila Nova – R$ 37,6 milhões
  • Tombense. – R$ 25,9 milhões

*Valores totais de cada clube

+ Como dinheiro de investidores será dividido entre clubes da liga? Compare tabelas de Libra e Forte

Dos clubes que hoje compõem a Liga Forte, apenas Atlético-MG, Internacional e Náutico não assinaram seus contratos por “por estarem obrigados a percorrer trâmites internos antes da adesão ao acordo”.

Sede do Atlético-MG — Foto: Laura Rezende

Sede do Atlético-MG — Foto: Laura Rezende

Segundo a assessoria da Liga, os clubes que ainda não assinaram os contratos e os que querem aderir à entidade terão que tomar a decisão nos próximos dias.

Para a definição da cota que cada clube irá receber, foi levado em consideração o número de participações de cada equipe nas Séries A e B na era dos pontos corridos (desde 2003), com os maiores valores sendo pagos às agremiações que mais permaneceram na elite nesses 20 anos.

Assim, caso assine o contrato, o Internacional terá direito a R$ 214,4 milhões, enquanto o Atlético-MG receberá R$ 213,5 milhões.

– O Internacional participou da criação da LFF e da construção dos modelos de divisão mais equilibrados, que garantem mais receita e aumentam a competitividade do clube no futebol brasileiro. Seguindo os ritos internos, levaremos o Acordo de Investimento para apreciação do Conselho Deliberativo do clube – explicou o presidente colorado Alessandro Barcellos.

https://imasdk.googleapis.com/js/core/bridge3.578.0_pt_br.html#goog_1771956813Reproduzir vídeo

Reproduzir

00:00/16:15Silenciar somTela cheia

Capelo mostra distribuição de dinheiro de investidores na liga e diferenças entre Libra e Forte Futebol

https://e57f3f0deb9bfe064fb7a4449784bf38.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-40/html/container.html

Já o Náutico, por estar na Série C, entrou em um rateio diferente, uma vez que a Liga Forte destinou apenas R$ 35 milhões a serem distribuídos entre os clubes da divisão, com os pernambucanos recebendo a maior cota: R$ 10 milhões.

+ Clubes da Série C irão pleitear cotas proporcionais em venda de ações da Liga Forte Futebol

Mesmo assim, o valor não agradou aos dirigentes, que pleiteavam R$ 62 milhões, usando como critério as participações nas Séries A (cinco edições) e Série B (11 edições). Sendo assim, foi o único atualmente na Série C a não assinar. A possibilidade de aceitar ou não o valor proposto ou mesmo judicializar o caso será analisado pelo Conselho Deliberativo.

Compartilhe

Escrito Por

Leia Também

Lembre-se: o Londrina não é o Real Madrid e nem o Confiança é o Barcelona

A internet e as tvs por assinatura nos possibilitam a assistir jogos de futebol do...

Boxe: Brasil fatura 2 ouros e 3 pratas em 1º evento da Word Boxing

O boxe brasileiro subiu sete vezes ao pódio – em duas vezes com medalha de...

Conselheiros do Londrina aprovam SAF com Squadra Sports

Na manhã deste sábado (20), em Reunião Extraordinária realizada na sede administrativa do Estádio Vitorino...

Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEC TV

Londrina x Coritiba - Melhores momentos
Londrina x Coritiba - Melhores momentos
07:33