90 minutos para rachar um país

messi

Por Guilherme Lima

90 minutos para rachar um país

Maradona é um mito. Um herói.
Midiático quando não tinha redes sociais.
Gol de mão que valeu mais do que uma bomba atômica na Guerra das Maldivas. Ele é uma lenda argentina. Tem até igreja maradoniana. Só que Messi joga mais do que ele.

Carreira mais longeva e mais brilhante. Mais vitoriosa. Isso, na perspectiva de um brasileiro. Se Messi der o tri para a Argentina, no domingo, muitos argentinos, sobretudo os mais jovens, os da era do videogame, vão colocá-lo acima de Dieguito. Aí, 36 anos depois, com título de Copa, até os mais velhos vão começar a discutir se Messi passou Maradona. Pelo menos, na bola.

O título do Mundial pode dividir um país e reorganizar o seu ranking de melhor jogador. O mito do Maradona é imutável. Inatingível. Um personagem único.

Contudo, nos gramados, Messi é “la pulga” atrás da orelha que os argentinos aprenderam a reverenciar e, provavelmente, vão posionar como número um, futebolísticamente falando. O (bom) problema é deles. Maradona ou Messi.

Para nós brasileiros e para quem entende minimamente de futebol, o jogador perfeito atleticamente, completo em fundamentos, pé direito, pé esquerdo, cabeceio, domínio, passe, habilidade, técnica, força, carisma e muito mais, é um homem, literalmente, de Três Corações.

Único.
Atleta do Século.
Rei do Futebol.
Indiscustível.
Incomparavél.
Pelé é Pelé.

Ele não divide opiniões.
Une.

E o Brasil tem tantas feras, lendas, craques e mitos como Friedenreich, Leônidas, Didi, Garrincha, Rivelino, Zico, Romário, Ronaldo, Rivaldo e, tantos outros, que sabem que são do honroso segundo lugar para baixo, já que o Rei está acima de tudo e de todos, brasileiros e estrangeiros, no almanaque do futebol.

Compartilhe

Escrito Por

Leia Também

Conselheiros do Londrina aprovam SAF com Squadra Sports

Na manhã deste sábado (20), em Reunião Extraordinária realizada na sede administrativa do Estádio Vitorino...

LEC Bristlebacks vence e lidera Paranaense

Por Mateus Dias No último Domingo, a equipe do LEC Bristlebacks, escreveu mais um capítulo...

Londrina estreia nesta segunda na Série C decidido a subir para a B

por Rodolpho Pinduca Agora é pensar na série C, mas aspirando subir para a B...

Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEC TV

Londrina x Coritiba - Melhores momentos
Londrina x Coritiba - Melhores momentos
07:33