Japão repete copas anteriores e fica pelo caminho. Croácia vai enfrentar o Brasil

goleiro_livakovic_croacia-_copa_do_catar

A Croácia está nas quartas de final da Copa do Mundo. Nesta segunda-feira (5), os atuais vice-campeões derrotaram o Japão por 3 a 1, nos pênaltis, após empate por 1 a 1 no tempo normal, no Estádio Al Janoub, em Al Wakrah, pelas oitavas de final. A Croácia vai enfrentar o Brasil na próxima fase.

O goleiro Dominik Livakovic, que defendeu três cobranças japonesas, foi o herói da classificação. O Mundial do Catar ainda não havia tido prorrogação ou disputa de pênaltis. Os jogos de sábado (3) e domingo (4) pelas oitavas de final foram definidos durante os 90 minutos.

Presentes em seis Mundiais desde 1998, na França, os croatas estão pela terceira vez no mata-mata. Nas duas ocasiões anteriores, na estreia e na edição de quatro anos atrás, na Rússia, o país do leste europeu foi, no mínimo, às semifinais. Em 2018, aliás, a seleção axadrezada passou por três prorrogações e também precisou dos pênaltis para vencer a Dinamarca nas oitavas e os anfitriões russos nas quartas.

Os japoneses, por sua vez, mantiveram a sina de não irem além das oitavas e repetiram as campanhas dos Mundiais de 2002 (disputado em casa e na Coreia do Sul), 2010 (África do Sul) e 2018. Ter vencido Espanha e Alemanha na primeira fase da Copa do Catar, ambos por 2 a 1, acabou não sendo suficiente aos Samurais Azuis.

O duelo por vaga nas semifinais será na sexta-feira (9), às 12h, no Estádio Cidade da Educação, também na capital catari.

Após dois jogos repetindo o time, Zlatko Dalic mandou a campo uma Croácia com duas modificações. Em uma delas, necessária, o lateral-esquerdo Borna Barisic substituiu Borna Sosa, resfriado. A outra foi no comando de ataque, onde o técnico ainda procura um nome confiável desde Mario Mandzukic, aposentado desde o ano passado e que deixou a seleção após a Copa de 2018. Bruno Petkovic, de 1,93 metro, acabou escolhido para a vaga de Marko Livaja (1,82 metro), titular contra Canadá (goleada por 4 a 1) e Bélgica (empate sem gols).

No Japão, Hajime Moriyasu já teria de fazer pelo menos uma troca em relação à equipe que venceu a Espanha, já que o zagueiro Kou Itakura estava suspenso pelo terceiro amarelo – Takehiro Tomiyasu foi titular. O treinador dos Samurais Azuis, porém, manteve o “padrão” da fase de grupos e alternou peças no meio e no ataque, com Wataru Endo e Ritsu Doan (autor de gols contra espanhóis e alemães) nos lugares, respectivamente, de Ao Tanaka e Takefusa Kubo.

Compartilhe

Escrito Por

Leia Também

Maringá se reforça para a Série D

O zagueiro Luis Fernando, ex Monte Azul, chega ao Tricolor por empréstimo para a disputa...

Conselheiros do Londrina aprovam SAF com Squadra Sports

Na manhã deste sábado (20), em Reunião Extraordinária realizada na sede administrativa do Estádio Vitorino...

Dorival Jr x Carpini. O tratamento diferente da mídia

Po Edson Ferracini O futebol enquanto metáfora da vida entrega cabeças numa bandeja às “feras...

Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEC TV

Londrina x Coritiba - Melhores momentos
Londrina x Coritiba - Melhores momentos
07:33