Será o ano do acesso à Elite?

0
45

O volante Romulo e o atacante Safira durante os treinos no CT (Foto: Gustavo Oliveira/LEC)

O Londrina Esporte Clube, que por muitos anos frequentou a elite do Campeonato Brasileiro de Futebol, e foi o primeiro campeão da Série B – a Taça de Prata – começa amanhã, às 16 horas, contra o CRB, em Alagoas, mais uma caminhada para tentar voltar à principal competição nacional.

Obviamente não será uma tarefa fácil. Nos últimos três anos o time chegou perto. E o ano começou confuso para o Tubarão. O gestor optou por usar um time de garotos para a disputa do estadual emprestando seus principais jogadores para o Novorizontino, inclusive liberou o técnico Roberto Fonseca para comandar a “filial”. A promessa é que os jogadores retornariam para disputar a Série B juntamente com o técnico. No Paranaense foi escalado o técnico Alemão, que até então comandava as equipes de base. Também foi ele quem conseguiu a façanha de levar a garotada, com alguns veteranos, a quarta fase da Copa do Brasil.

Se por um lado o LEC do Paranaense até que fez um bom papel, por outro, terminado os estaduais, os jogadores emprestados não retornaram. O técnico Roberto Fonseca, reassumiu o time, mas foi atropelado ao comandar o time contra o Bahia, no primeiro jogo contra o Bahia, no Estádio da Fonte Nova – 4 a 0.

O resultado, a pressão da torcida, a falta de reforços prometidos, foram os argumentos para que Fonseca pedisse o boné.

Alemão retornou ao comando técnico e conseguiu uma vitória contra o Bahia, por 2 a 1 no segundo jogo. Resultado que alegrou o torcedor, mas que não foi suficiente para continuar na competição.

É com esse time, um misto de boas revelações e com ânimo renovado pela vitória sobre o Bahia, que o Tubarão entra em campo amanhã.

Depois do tumultuado mês de abril, com troca de técnico, tensão à flor da pele, o torcedor espera que o time confirme as boas expectativas e surpreenda no brasileirão.

Deixe uma resposta