Roland Garros, e eu quase fui preso

Roland Garros, e eu quase fui preso

por Edson Ferracini

Roland Garros chegando, relembro o dia em que quase fui preso e deportado em Paris.

Na fila para entrar no estádio, ingresso na mão, conversando com um rapaz brasileiro que conheci no hotel, e de repente chegam 2 policiais nos dando ordem de prisão.

Confundiram o menino com um cambista e acharam que eu estava comprando ingresso dele.

Bateu desespero no garoto e ele só dizia “ai meu Deus”! Nessa hora a idade ajuda. Tentei ficar calmo mas com a cabeça a mil.

Era uma quinta-feira e no sábado eu iria para Torino para ficar 10 dias com a minha filha que morava lá.

Imaginem o desespero, eu pensava: vou ser preso e deportado, não vou ver Carol, o que fazer?…

Os guardas, um grandão calmo e um baixinho bravo, grosseiro e com uma voz altíssima, fina e estridente. Só ele berrava e dizia que estávamos presos.

Relaxei, entreguei pra Deus e disse:

  • S’il vous plait…e com meu inglês ridículo:
  • Sorry, please…english??? O baixinho urrou: yes!

Com a maior calma do mundo – tem hora que é bom ser véio rsrsrs – tirei meu passaporte do bolso, entreguei a ele e disse:

  • I am brazilian, e olhando para o garoto he is brazilian.

Tirei o folheto do hotel da bolsa e continuei:

  • Hotel Califórnia, Rue de Berri, Champs Elisèe.

O baixinho não se convenceu. Olhou meu passaporte, virou para o rapaz e perguntou:

  • What’s his name???

E apontando para mim, antes da resposta do garoto, berrou: shut up!!!

Na hora pensei: só falta esse moleque não lembrar meu nome. Mas ele lembrou:

  • Edson!

Fomos liberados! Acho que nunca ouvi meu nome com tanto gosto. rsrs…

Agora é folclórico, dou risada mas foi um sufoco. E a ação dos policiais, sinceramente, foi grotesca.

A foto, de 2008, é da quadra 1 tirada do ultimo andar da quadra principal Philippe Chatrier, e o jogo era Marat Safin X Nicolay Davydenko, clássico russo.

Escrito Por

Leia Também

Palmeiras abre 3 pontos do segundo colocado

Por Rodolpho Pinduca Palmeiras venceu mais uma, e não foi um jogo qualquer. O Verdão...

Flamengo em busca da paz. Mais uma rodada

por Rodolpho Pinduca A Décima segunda rodada teve início na noite de ontem com a...

Grêmio joga melhor e vence o Londrina

Por Rodolpho Pinduca Tubarão não faz boa atuação e tropeça contra o Grêmio em Porto...

Deixe um comentário

{{ reviewsTotal }} Review
{{ reviewsTotal }} Reviews
{{ options.labels.newReviewButton }}
{{ userData.canReview.message }}

VEC TV

Destemidos de Azul e Branco, a história de quem faz a história do Londrina Esporte Clube
Destemidos de Azul e Branco, a história de quem faz a história do Londrina Esporte Clube
39:46