Oras, bolas!

0
11

Por Antônio Santiago

1) Sábado, na França, Neymar que voltou a jogar bem, aplicou uma “lambreta” ou “carretilha” em um adversário e foi advertido pelo “apitador”. Ficou bravo, com razão, esperneou e acabou levando um cartão amarelo;


2) Domingo de manhã, Janderson, do Corinthians, levou um cartão amarelo por comemorar o gol junto à torcida. Como já tinha um, foi corretamente expulso. A regra é clara: a FIFA não gosta de futebol, gosta de dinheiro;


3) Domingo à tarde, um jogador do Bragantino, pedalou em cima do lutador de MMA e dublê de jogador Felipe Melo e levou uma dura do mesmo, com direito a xingamentos até a sua progenitora. Melo não sabe jogar bola e detesta quem sabe. Aliás, esse boleiro, juntamente com o Fagner do Corinthians, já deveriam entrar em campo com um cartão amarelo, por conta da truculência de ambos.

Futebol ficou uma coisa chata!

Deixe uma resposta