O VAR dos Negões

0
31

Esse tal VAR, ou árbitro de vídeo, está causando a maior polêmica nos meios futebolísticos.

Uns apoiam, outros abominam.

Mas, para mim, ele não é novidade. Eu já conheço um método similar desde as décadas de 1960/1970. Mais especificamente no campo de terra do Jardim Leonor. A diferença é que não haviam câmeras e sim olhares atentos.

Os olheiros eram Maurilão, Serjão e Paulão. Os três afrodescendentes de grande porte (negões) ficavam na beira do campo e a cada lance que eles julgassem prejudicial ao time da casa, paravam o lance e enquadravam o juiz, que em virtude dos “argumentos” apresentados pelo trio sempre seguia o recomendado.

Era de lei.

Vez ou outra, algum apitador resolvia se rebelar, mas bastavam uns empurrões, dedos na cara e torções no braço, para mudar de ideia.

Portanto, o VAR é apenas uma cópia malfeita e light daqueles tempos.

Deixe uma resposta