Londrina assusta o Fantasma, empata e traz um ponto de Ponta Grossa

operario e londrina

Este texto poderia começar como aqueles textos juridicos:

Considerando que houve uma troca traumática de gestão no Londrina;

Considerando que o time foi inteiramente reformulado;

Considerando que os jogadores mal se conhecem ainda;

Considerando que foram apenas duas semanas de treinamento;

Considerando que faltam condicionamento físico e entrosamento, dá para dizer que o resultado de hoje, empate contra o Operário, em Ponta Grossa, 0 a 0, na estreia no Paranaense 2024, foi um excelente resultado para o Londrina.

Somou um ponto, o adversário ficou irritado, e a torcida do fantasma indignada, e deixou a impressão que vai evoluir e dar alegria aos torcedores do Tubarão.

Foto:Matheus Sebenello/YCPress

Houve problemas, lógico, o goleiro Neneca, aos 23 minutos do primeiro tempo, trombou com o atacante Felipe Garcia do Operário, levou uma pancada na cabeça, teve um breve desmaio e foi levado de ambulância para um hospital da cidade para fazer alguns exames.

Após um  início inspirador, o Londrina pressionando o Operário nos primeiros minutos, depois da substituição de Neneca o time se perdeu um pouco e deu espaço para o Fantasma que passou a dominar a partida.

O goleiro Gabriel Felix, substituto de Neneca, entrou na fogueira, se aqueceu durante o jogo, fez inúmeras defesas importantes e terminou o jogo como um dos melhores em campo.

O volante Marthan foi a decepção. Em que pese que ele salvou uma bola que estava passando pela linha do gol, estava perdido em campo, errando passes e dando sustos e mais sustos na defesa. Foi um sufoco. O segundo tempo teve dez minutos de acréscimo. Coisa para deixar qualquer torcedor com o coração a ponto de explodir.

O Operário fez o que era esperado, ou quase. O time de Ponta Grossa manteve a mesma base que se classificou para a série B do Brasileirão em 2023. Estava treinando desde o final de novembro e tinha tudo para surpreender o Londrina.

Dominou quase toda a partida, criou oportunidades, mas na hora de ganhar o dez, errou muito.

Terminado o jogo, o jogador Maxwel, do Operário, culpou a arbitragem que segundo ele foi parcial. “Teve sabor de derrota”, disse ele. 

Sobre a arbitragem, bobagem, o árbitro e os bandeiras mandaram bem, sem lances polêmicos.

O “dono do jogo”, o goleiro Gabriel Felix, lamentou a contusão do goleiro Neneca, espera que ele retorne logo, e disse que ficou feliz por sua boa atuação ter ajudado o time.

Na próxima rodada, que acontecerá no domingo, o Londrina enfrenta o Cianorte, em Cianorte. Já o Operário pega o PSTC, no Germano Kruger.

Compartilhe

Escrito Por

Leia Também

Maringá atropela o Patrocinense é assume vice-liderança geral da Série D

Da Assessoria O Maringá Futebol Clube confirmou a boa fase e goleou a Patrocinence por...

ROGER FEDERER E O "POENTE" DA CARREIRA!

Por Edson Ferracini Ao assistir o magnífico documentário dos “12 dias finais” da carreira de...

Rugby XV: Brasil disputará Copa do Mundo pela primeira vez na história

Da Agência Brasil A seleção brasileira feminina de rugby XV garantiu a classificação para Copa...

Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

VEC TV

Londrina x Coritiba - Melhores momentos
Londrina x Coritiba - Melhores momentos
07:33