Londrina em Minas: Foi uma derrota doída

1
56
. (Foto: Mourão Panda/ América Mineiro Oficial)

É lógico que poderia ter sido melhor. Mas apesar da derrota, por 4 a 3, para o América Mineiro, ontem no Estádio Independência em Belo Horizonte, o Londrina continua na briga pela Série A e, por enquanto, permanece no G4.

Convenhamos, nem todo dia é dia santo, e ontem o Londrina sofreu um pouco com o azar. Mas foi um jogaço, cheio de alternativas e emoção do começo ao fim.

Autor do gol que abriu o placar, aos 12 minutos da etapa inicial, Anderson Leite foi substituído ainda no primeiro tempo pelo técnico Alemão, por lesão muscular. No lugar dele entrou França.

O gol de empate aconteceu no finalzinho do primeiro tempo, aos 48 minutos. João Paulo cobrou falta com curva, e Paulão subiu livre e cabeceou para o fundo das redes: 1 a 1.

Alguns instantes depois o Londrina levantou a bola na área em cobrança de falta. A bola sobrou para Safira, que finalizou. O chute desviou, bateu no peito do volante Willian Maranhão, do América, e morreu nas redes de Jori.

No segundo tempo Neto Berola substituiu Felipe Azevedo, que sentiu dores musculares. E foi dele o início de uma jogada pela direita, lançando Júnior Viçosa que invadiu a área e foi derrubado pela zaga do Londrina. Pênalti cobrado por Viçosa. 2 a 2. Na jogada, o zagueiro Marcondes do LEC se machucou e foi substituído por Silvio.

Neto Berola foi o nome do segundo tempo. Ele fez mais uma grande jogada e cruzou na cabeça de Júnior Viçosa, que marcou o segundo dele no jogo: 3 a 2.

Um minuto depois, quando o América ainda comemorava o gol, saída de bola, Higor Leite lança para Paulinho Mocelin que correu em disparada e finalizou. 3 a 3.

Aos 25 minutos, também por problemas musculares, Denner saiu do Londrina para a entrada de Bruno Paulista.

O América não desistiu de buscar a vitória. Na pressão, o Coelho chegou ao quarto gol. O lance marcou a redenção de Zé Ricardo no jogo. Ele, que errou no primeiro gol do Londrina, recebeu de Matheusinho e chutou de bico, no cantinho, sem chances para Matheus Albino: 4 a 3 e vitória que tirou a equipe mineira da zona de rebaixamento da Série B.

Coelho e Tubarão, agora, terão dez dias de preparação até o próximo compromisso, que será pela 16ª rodada da Série B. No dia 16, às 19h15 (de Brasília), os paranaenses receberão o Criciúma no Estádio do Café. No dia seguinte, o América jogará no Horto, às 19h, contra o Cuiabá.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta