Londrina desanda e perde para o Botafogo. Cadê o LEC do primeiro semestre?

0
42
Foto LEC- Gustavo Oliveira

O primeiro semestre do Londrina foi interessante, oferecendo esperanças ao torcedor de que este ano o time estava encaixado e iria pras cabeças, acabando com a síndrome do “quase” que vem sendo a marca do time nos últimos anos.

Porém, depois da parada para a Copa América, o Londrina não engrenou mais. Fez um ou outro jogo razoável, mas deixou de empolgar. Pior, passou a perder.

E hoje, mais uma vez, o time não desempenhou. O resultado foi mais uma derrota. Agora para o Botafogo de Ribeirão Preto, no estádio Santa Cruz. 2 a 1. São quatro jogos sem vitória e isso começa a pesar na cabeça do treinador Alemão.

Com o resultado de hoje o Botafogo soma 27 pontos e sobe, pelo menos temporariamente, para o G4. Já o Londrina, que frequentou por um bom tempo o G4, caiu para a 8ª posição.

No primeiro tempo o time da casa foi pra cima para tentar resolver logo a partida. E, aos 11 minutos o Pantera abriu o placar com Nadson que invadiu a área dando pouca chance ao goleiro Mateus Albino.

Aos 28 minutos, depois de várias falhas em sequência na área do Botafogo, a bola sobrou para Safira que empurrou para o gol. Foi o melhor momento do Londrina que, na sequência, teve mais algumas oportunidades.

O segundo tempo começou com o Botafogo apertando o Londrina em busca do empate. O LEC, talvez pelo grande número de jogadores titulares fora do jogo por contusão, não se encontrou. Foi apático.

O resultado disso foi o golaço de Henan, aos 23 minutos do segundo tempo. Ele recebeu uma bola cruzada por Murilo Henrique, ajeitou o corpo e subiu para protagonizar uma bela bicicleta. E foi só. No restante da partida, sem forças, o Londrina pouco incomodou o Botafogo.

Os dois times voltam a jogar ainda nesta semana pela 18ª rodada da Série B. Na sexta-feira, o Botafogo-SP vai até Mato Grosso enfrentar o Cuiabá, às 21h30. No sábado, às 16h30, o Londrina emenda outro confronto contra paulistas, recebe o vice-lanterna São Bento no Estádio do Café.

Deixe uma resposta