Feminino: inicia nesta quinta a disputa por um lugar na final de Wimbledon

0
148

Wimbledon chega às fases decisivas, após zebras e quedas de favoritas

Por: Marcos Gica

Nesta fase inicial podemos destacar gratas surpresas, como a ascensão meteórica de Cori Gauff (313ª). A promessa estadunidense de 15 anos foi eliminada na segunda (8) pela experiente romena Simona Halep (7ª). Após uma vitória surpreendente, no primeiro dia, contra a veterana Venus Williams, Gauff cravou o seu talento e condições de jogar de igual para igual com qualquer tenista do ranking. A adolescente passou ainda por Polona Hercog, em um jogo surpreendente na terceira rodada, na ultima sexta (5), no qual a jovem salvou dois match points e virou o jogo para 2/1 sets.

Cori Gauff (Reprodução Twitter-WTA)

Outra surpresa na primeira rodada foi a brasileira Bia Haddad, que venceu Garbiñe Muguruza, campeã de Wimbledon em 2017, com um duplo 6/4. Na segunda rodada, em um jogo equilibrado, Bia sentiu uma lesão e caiu para a britânica Harriet Dart.

Bia Haddad (reprodução @biahaddadmaia)

AS SEMIS

Na primeira semifinal, Elina Svitolina (8ª) desafia a experiente Simona Halep (7ª). Nenhuma das duas tenistas jamais conquistou o torneio de grama inglês, mas pode-se apontar um pequeno favoritismo para Halep, por sua experiência.

Na outra semi, temos um jogo um pouco menos equilibrado. De um lado, Serena Williams (10ª), veterana de 37 anos e dona de 7 títulos de Wimbledon contra Barbora Strýcová (54ª), também veterana, 33 anos, mas com uma carreira menos volumosa no quesito troféus. Apesar do favoritismo da estadunidense contra a checa, o jogo não será fácil  e promete um grande embate físico e técnico.

Deixe uma resposta