Copa América: Péssima parada

0
22

Por Guilherme Lima

Desde o começo da Série B o Tubarão segue firme no G-4. O que o torcedor espera é que, na 38º rodada, o Londrina Esporte Clube figure no seleto e sonhado grupo do acesso. Mas, até lá, tem muita coisa para acontecer. E uma intervenção da CONMEBOL mata o embalo alviceleste: a parada para a Copa América.

Não tem razão a Série B parar por conta do certame. A Série “A”, até entendo, mas a Segunda Divisão, não. As Séries C e D terão jogos, assim como campeonatos de base e divisões inferiores dos estaduais, como a nossa Divisão de Acesso com as equipes da região Rolândia Esporte Clube (REC), Nacional de Rolândia, Apucarana Sports e PSTC Procopense lutando por vagas na elite do Paraná.

América Mineiro e Vitória estão baseados em cidades em que vão ter jogos da Copa América, mas, mesmo assim, não no Independência ou no Barradão. E nenhum jogador da Série B foi convocado pelo Brasil ou qualquer outro dos 11 selecionados.

Por isso, essa pausa de mais de um mês, visto que o LEC recebe a Ponte Preta dia 10 de junho e o jogo pós Copa América está agendado para 13 de julho contra o Operário em Ponta Grossa, é prejudicial ao embalo do Londrina.

A pausa vai fazer muita gente contratar, treinar, melhorar e se animar. Claro que o Tubarão mostra qualidade, mas embalo, sequência, fase, enfim, o ritmo conta muito em um certame longo como a Série B. Pode ser benéfico para o LEC também, evidente, mas favorece quem está em pior situação.

A perspectiva é de que “os meninos do Alemão” continuem fazendo bonito no retorno do certame, em julho, mas, entendo que, a pausa da Copa América é péssima para o LEC.

Deixe uma resposta