Coluna do Junior Azevedo – Mitada Futebolística #1

0
145
Artur Caculé e Anderson Oliveira foram os grandes destaques do Londrina no setor ofensivo. Foto; (Reprodução/Gustavo Oliveira)

Final de semana de pontapé inicial nos Campeonatos Brasileiros Séries A e B

Por: Junior Azevedo

DESTAQUE INICIAL
Mesmo com desfalques, o Londrina estreou com pé direito na Série B após bater o CRB-AL, em Maceió. Desde 2016 — ano que o Londrina voltou à competição após 11 anos — esta foi, apenas, a segunda vez que o tubarão venceu na estreia. Naquele ano, o Lec perdeu a partida inicial para o mesmo CRB-AL, em casa, por 1 a 0. Em 2017, o Internacional venceu o Londrina por 3 a 0 novamente no Estádio do Café. Ano passado um alívio, vitória pra cima do Boa Esporte-MG por 1 a 0, também em casa.

Começar ganhando é sempre muito bom e, esse recomeço do Alemão vai dar o que falar. O jovem treinador merece e muito esta segunda chance. Convenhamos, se olharmos para o mercado de treinadores, qual nome seria o ideal par substituir Roberto Fonseca? É bom lembrarmos, é claro, a situação financeira do clube para tratar deste assunto. Entretanto, uma opção caseira, que da oportunidades para atletas da base, é bem melhor do que apostar em medalhões. O Alemão vem mostrando isso.

O Londrina mostrou um bom futebol diante do Bahia-BA na última quinta, pela Copa do Brasil. Vitória sem classificação, mas vimos vários pontos positivos naquela partida. Para a estreia da Série B o torcedor estava preocupado com os importantes desfalques de Dagoberto, Germano e Luquinha. Mas, dentro de campo, o Londrina fez uma partida inteligente e objetiva. O tubarão sofreu um gol muito rápido e sentiu, não conseguia reagir na partida. Eis que chegou o momento da parada técnica no Estádio Rei Pelé, devido ao forte calor. Foi neste momento que tudo mudou.

O tubarão voltou mais agressivo e, após duas jogadas pelo rápido lado esquerdo com Felipe Vieira e Anderson Oliveira, o Londrina conseguiu a virada em cinco minutos. Gols de Artur Caculé e Safira, dois jogadores que tiveram a oportunidade de substituir dois desfalques. Ambos aproveitaram a oportunidade. Caculé fez uma boa partida, apareceu para o jogo, mandou bola na trave, fez gol, a primeira impressão foi muito boa. Safira também foi bem, fez o pivô e foi bastante participativo. O jogador teve altos e baixos com a camisa do Londrina, ta na hora de repetir a sequência de boas atuações.

Falando em sequência, o mais importante nessas oito rodadas da Série B até a parada para a Copa América é a sequência de vitórias. O Londrina recebe o Brasil-RS na próxima rodada jogando no Estádio do Café. É uma ótima oportunidade de conseguir, pela primeira vez desde que voltou à Série B, vencer duas partidas consecutivas nas rodadas iniciais. O tubarão tem tudo pra fazer isso.

SÉRIE B COMEÇA EQUILIBRADA
A edição 2019 da Série B começou na última sexta com surpresas. A primeira delas foi o Operário-PR, que voltava a disputar à competição após 28 ano. Retorno com vitória diante de um dos favoritos ao acesso. O fantasma venceu o América-MG pelo placar mínimo no Germano Krugger lotado, uma boa estreia. Outro favorito, o “milionário” Bragantino-SP — após a parceria com a Red Bull que investiu 43 milhões na equipe — venceu o Brasil-RS por 1 a 0, fora de casa. Em casa, o Sport só empatou com o Oeste-SP, uma surpresa desagradável para o maior público da rodada, 15 mil torcedores. Último colocado no Campeonato Paulista, o São Bento-SP foi facilmente derrotado pelo Atlético-GO, em casa, por 3 a 1. O atual campeão goiano vem forte.

No sábado, o Botafogo-SP estreou o horário das 11 horas com uma bela vitória diante do Vitória-BA, do técnico Claudio Tencatti, por 3 a 1. Disputando a Série B pela primeira vez em sua história, o Cuiabá-MT venceu o Criciúma, fora de casa, no apagar das luzes, 1 a 0. Guarani e Figueirense não saíram do zero jogando no Brinco de Ouro. Por fim, o Vila Nova-GO empatou com o Paraná-PR em Goiânia, por 1 a 1. Resta apenas o confronto entre Coritiba e Ponte Preta para fechar a rodada. A partida será realiza nesta segunda (29), às 20 horas no Estádio Couto Pereira.

17 ANOS DE PONTOS CORRIDOS NO BRASILEIRÃO
Começou no último sábado, a décima sétima edição do Campeonato Brasileiro por pontos corridos. Mais uma vez, parece que os clubes não se acostumaram. Todo ano é a mesma coisa, os clubes priorizam os mata-mata (Libertadores, Copa do Brasil e Sul Americana). Você concorda com isso? A verdade é, que na próxima semana, as equipes escalarão jogadores reservas pensando em outras competições. O início de Brasileirão sempre foi e sempre será assim.

Dentro de campo vimos bons jogos, foram 33 gols marcados nesta primeira rodada, uma das melhores dos últimos anos. O pontapé inicial foi dado com São Paulo e Botafogo no Morumbi. O tricolor conseguiu uma importante vitória por 2 a 0. Porém, a partida foi muito fraca tecnicamente, o São Paulo via o Botafogo-RJ, do estreante treinador, Eduardo Barroca, ficar com a bola. O fogão trocou mais de 600 passes, mas emperrou na falta de qualidade da sua equipe. O São Paulo venceu mas ficou muito atrás, segurando o resultado. Ainda não vimos evolução no time do Cuca.

Em partida marcada pelo VAR, o Atlético-MG bateu o Avaí no Independência e respirou. A equipe, que ainda está sem treinador, entrou em campo pressionada devido a perda do Campeonato Mineiro e a eliminação precoce na fase de grupos da Libertadores. Vitória importante para dar um pouco de tranquilidade ao elenco. Na Arena Condá após um temporal, a Chapecoense venceu com facilidade o mistão do Internacional. Desde que subiu, o verdão do oeste recebeu o colorado seis vezes em casa, e foram seis vitórias. O Internacional virou freguês da Chapecoense.

No Maracanã, o Flamengo acabou com a invencibilidade do Cruzeiro de Mano Menezes. Após belo segundo tempo, o rubro-negro virou a partida e conquistou uma importante vitória por 3 a 1. A partida marcou a despedida do zagueiro Juan dos gramados aos 40 anos. Esta foi a melhor partida de sábado, disparado. As duas equipes mostraram por que são apontadas como favoritas ao título.

No domingo de manhã tivemos o melhor jogo da rodada. Na Arena do Grêmio, O Santos de Sampaoli conquistou uma importante vitória diante do tricolor gaúcho por 2 a 1. O técnico santista venceu o duelo com Renato Gaúcho com um belo nó tático no primeiro tempo. O Grêmio melhorou no segundo, mas não conseguiu empatar a partida. Foi um grande jogo e, é partidas assim que eu quero ver no futebol brasileiro.

Jogando no Castelão, o Ceará goleou o CSA por 4 a 0 e lidera o campeonato ao lado do Palmeiras (que já já vamos falar). A equipe alagoana que estreava numa Série A após 33 anos, foi facilmente batida, luz vermelha já na primeira rodada. Em Curitiba, outra luz vermelha. O Athlético-PR goleou o Vasco por 4 a 1, também com muita facilidade. A ótima equipe do técnico Tiago Nunes colocou o adversário na roda, com muita velocidade, troca de passes e técnica. O torcedor do Vasco inicia mais um Brasileirão preocupado.

Em Salvador, o sonolento Corinthians perdeu de virada para o bom time do Bahia por 3 a 2. O atual tricampeão paulista abriu o placar com Pedrinho, mas, levou o empate após um minuto. No segundo tempo, o Bahia aproveitou o sono corinthiano e virou para 3 a 1 com uma certa facilidade. No final, Clayson descontou, mas não evitou o revés do time de Fábio Carille.

No Allianz Parque, o atual campeão brasileiro não tomou conhecimento do Fortaleza do Rogério Ceni. 4 a 0 e ótima atuação da equipe alviverde, a busca pelo sétimo título do Campeonato Brasileiro (1971 até os dias de hoje), começou. Com muita chuva e queda de energia no Maracanã, o Fluminense foi derrotado para o Goiás por 1 a 0. Assim como os torcedores do Vasco, o torcedor do tricolor carioca também iniciou o brasileiro preocupado.

Fale com o jornalista: [email protected]



Deixe uma resposta