Athletico garfado na Arena. Tá com dó? Leva pra casa

0
164

É inegável que hoje o Athletico pode ser considerado um time quase grande no Brasil. Tem títulos estaduais, nacional e até internacional.

Mas ontem ele teve seu dia de União Bandeirante, de Cambaraense, de Nacional de Rolândia, de Grêmio Esportivo Maringá, de Prudentópolis e de Londrina Esporte Clube.

Quando o goleiro Diego, do Flamengo, pegou a bola com as mãos fora da área, impedindo o domínio do atacante do rubronegro paranaense e evitando a possibilidade de gol, naquele momento revivi vários momentos do futebol do Paraná.

O juiz Daronco ignorou a infração e mandou o jogo seguir. Numa situação mais isenta, digamos assim, Diego deveria ter sido expulso. Era o último jogador e fez uma falta impedindo a possibilidade do gol. Daronco e seus bandeiras ignoraram. A expulsão poderia sim ter determinado uma mudança na estratégia de jogo e, óbvio, com um jogador a menos o Flamengo teria muita dificuldade em segurar o impeto do Athletico que até aquele momento, voava em campo.

Além da falta ignorada por Daronco, houve mais três gols anulados pelo VAR, estes, corretamente.

Voltando à terrinha. Athletico e Coritiba sempre foram muito beneficiados nos campeonatos estaduais com ajudas significativas dos árbitros do Paraná em outras épocas. Mesmo quando não havia qualquer dúvida, pró-time da capital. Não foi uma, mas inúmeras vezes.

Em uma delas, talvez a mais grotesca, o árbitro Evandro Roman anulou um gol do Londrina, em Curitiba, em que o jogador cobrou escanteio e fez gol olimpico. O árbitro disse que a bola, antes de entrar no gol, havia saído.

Mas como se a linha entre a marca do escanteio e a trave é reta?

Com certeza Roman viu a bola chicotear para todo lado e, com vida própria, depois de sair, voltar ao campo, mudar novamente de direção radicalmente e entrar no gol.

E foi assim ontem na arena do Athletico diante do Flamengo. O time da casa foi garfado sem dó. Teve seu dia de time com menos expressão.

Mas não consigo sentir pena.

Deixe uma resposta