Athletico comemora. Fla, mais uma vez, só no cheirinho

1
99

Flamengo e Athletico Paranaense fizeram um baita jogo ontem à noite no Maracanã. Faltaram umas três ou quatro pessoas para chegar a 70 mil presentes nas arquibancadas na segunda e decisiva partida pela Copa do Brasil.

No tempo normal, empate em 1 a 1.

Diante de um Maracanã incrédulo, o RubroNegro paranaense venceu o dono da casa nos pênaltis e vai fazer a semifinal da Copa do Brasil contra o Grêmio, que passou pelo Bahia.

Foi um baita jogo. Os gols aconteceram no segundo tempo. Gabigol recebeu de Vitinho e finalizou bem. Pouco depois foi a vez de Rony que recebeu a bola de Bruno Nazário e partiu para o contra ataque não dando chances para o goleiro Diego.

Pois é. Encerrada a partida, veio os pênaltis e o “cheirinho” começou a pairar no ar logo após a primeira cobrança. Diego tentou enganar o goleiro Santos e cobrou alto no meio do gol. Santos nem se mexeu. Apenas ergueu os braços e segurou.

Everton Ribeiro também bateu mal para mais uma defesa de Santos. Vitinho deu também desperdiçou. O goleiro Diego até que foi bem. Defendeu um chute de Bruno Nazário e chegou bem em outras cobranças. Mas não rolou.

Athletico segue da competição e ainda zoou com brincadeiras o Mengão no Maraca fazendo gestos do “cheirinho”.

Pra quem não sabe, em 2016 o Flamengo, seis vezes campeão brasileiro, estava voando em campo e a torcida fez uma paródia com uma música da cantora Anita “Cheirinho de Hepta” para cantar nos estádios e incentivar o time. Não deu. Os cariocas ficaram pelo caminho e o campeão foi o Palmeiras.

Desde então, os adversários zoam com o Flamengo que tem ficado só no cheirinho de título.

1 COMENTÁRIO

Deixe uma resposta